BYOD: 70,5% das empresas nacionais não bloqueiam acesso 3G/4G

byodPesquisa sobre investimentos de Segurança da Informação, realizada com 1134 empresas de oito países da América Latina e Central – Brasil, Argentina, México, Chile, Colômbia, Guatemala, República Dominicana e El Salvador, sendo 685 brasileiras, entre pequenas, médias e grandes, revelou que a metade delas pretende investir até R$ 110 mil em soluções de Segurança da Informação, seguida de 21,1% que projetam investimentos na ordem de R$ 111 mil a R$ 220 mil, e 9%, de R$ 221 mil a R$ 1.1 milhão.

Das empresas brasileiras entrevistadas, a grande maioria (98,8%) afirma usar firewall, contra 1,2% que não utilizam. Entre as que utilizam, a liderança é dos sistemas de segurança do Linux (15,3%), seguido da Dell SonicWALL (14,2%), e Cisco (9,4%). Já 9,2% das organizações não fornecem ou não sabem que solução utilizam e 41% optaram por outras marcas diversas. Dentre as usuárias de firewall, 88,4% dizem que estão satisfeitas com a solução, enquanto 11,5%, não.

A pesquisa também indica que a maioria das empresas entrevistadas demonstra preocupação maior com soluções de gestão relacionada com o aumento da produtividade, mais do que com a segurança de rede. Da amostragem brasileira, 56,2% consideram muito importante que um firewall possa detectar as aplicações de alta e baixa prioridade determinada pela empresa, permitindo acesso ou bloqueio das mesmas.

Já 36,8% consideram de média importância e 6,9%, de pouca. Por exemplo, 60,3% afirmaram ser muito importante a priorização de aplicativos críticos como ERP, VoIP, Vídeo Conferência, em detrimento de navegação web e acesso a jogos e a redes sociais, evitando o estrangulamento da banda disponível para aplicativos relacionados ao negócio. Em contrapartida, 33,5% consideraram esse item de média importância e 6,1%, de pouca.

Em relação à Mobilidade, a priorização dos recursos de produtividade se justifica. Das empresas brasileiras ouvidas, 59,4% permitem que dispositivos móveis pessoais como tablets e smartphones acessem suas redes Wi-Fi corporativas, enquanto somente 40,5% proíbem. Destas companhias, 70,5% não possuem qualquer sistema de bloqueio ao acesso de redes 3G/4G e apenas 29,4% o detêm.  Desse universo, 41,8% consideram muito importante que o firewall controle a disponibilidade de banda para uso desses dispositivos móveis. Já 36,5% consideram de média importância e 21,5%, pouca. Já em relação ao acesso remoto, 62,6% das empresas afirmam usar soluções de VPN SSL homologadas para dispositivos móveis, enquanto 37,3% não utilizam.

A pesquisa reuniu, na maioria, profissionais de Informática de empresas de 1 a 250 funcionários (37,7%), seguido de empresas de 251 a 500 (21,1%), acima de 3 mil (11,3%) e outras. Em relação à receita, entre as companhias que informaram, 7,05% tem receita de até 22 milhões de reais, com até cinco filiais.

Leia Também:

Criar, Implementar e Proteger – 3 Etapas para Proteger Sua Empresa na Era do BYOD

BYOD: Oito dicas para evitar o vazamento de informações nas empresas

Biblioteca – Artigos Cientificos de Segurança da Informação

Fonte: Convergência Digital

Anúncios

4 pensamentos sobre “BYOD: 70,5% das empresas nacionais não bloqueiam acesso 3G/4G

  1. Pingback: General do Exército defende mais recursos para a segurança da informação no Brasil | Security Information News

  2. Pingback: BYOD ganha mais espaço em empresas brasilerias, diz IDC | Security Information News

  3. Pingback: O ABC De Trazer Seu Próprio Dispositivo (BYOD) | Security Information News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s