Pelo menos 100 mil fotos vazaram do Snapchat

Uma quantidade generosa de fotos e vídeos de usuários do Snapchat estão em mãos indevidas neste exato momento: segundo o site Business Insider, invasores capturaram mais de 13 GB de imagens do serviço. O material foi divulgado em um tópico do 4Chan chamado “The Snappening”.

O acontecimento causa ligeiro espanto porque o Snapchat não é um serviço para armazenamento permanente de fotos. As imagens compartilhadas entre seus usuários são efêmeras, isto é, ficam disponíveis por alguns segundos e, depois, são eliminadas.

Aparentemente, é neste ponto que está a causa do problema. Muitos usuários recorrem a ferramentas de terceiros para preservar as fotos recebidas. Uma delas é o Snapsave. Uma brecha neste aplicativo é que teria permitido a captura de imagens. O site “Snapsaved.com” (desativado há vários meses) também é visto como uma possível origem.

Em nota, o Snapchat assegurou que não houve comprometimento do serviço: “podemos garantir que os nossos servidores não são a fonte do vazamento. Os snapchatters (como são chamados os usuários da rede social) foram vítimas de apps de terceiros usados para enviar e receber fotos (além de armazenar), prática expressamente proibida em nossos termos de uso”.

Snapchat - vazamento

A estimativa inicial é a de que pelo menos 100 mil imagens tenham sido capturadas, com este número podendo chegar a 200 mil. Boa parte delas envolve menores de idade, o que não é surpresa: metade dos usuários do serviço tem até 17 anos. E, sim, há fotos de nudez no meio, o que torna o problema ainda mais grave.

Como não está claro qual o mecanismo explorado na obtenção das imagens, a orientação aqui continua sendo a de alterar a senha da conta de tempos em tempos e, principalmente, não utilizar serviços de terceiros para acessar o Snapchat.

Tomar extremo cuidado com o teor das fotos compartilhadas também é válido, pois além de possíveis vulnerabilidades no serviço, nunca se sabe o que os destinatários podem fazer com o conteúdo recebido.

Mesmo que fique comprovado que o vazamento ocorreu por meio de ferramentas de terceiros, o episódio serve para, mais uma vez, manchar a imagem do Snapchat em relação à segurança de seus usuários. No início do ano, nomes e números de telefone de 4,6 milhões de pessoas vazaram dos servidores da rede social.

Fonte: Tecnoblog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s