Pesquisadores conseguem hackear carro da Tesla por meio de ataque remoto

Especialistas de empresa chinesa mostraram como conseguiram acessar o Tesla Model S enquanto estava estacionado e em movimento.

A Tesla Motors é considerada uma das fabricantes de carros com maior consciência de cibersegurança no mundo. Entre outras coisas, a companhia possui um programa de recompensa para a descoberta de bugs. Mas isso não significa que o software em seus veículos esteja livre de falhas.

Pesquisadores da empresa chinesa de tecnologia Tencent descobriram uma série de vulnerabilidades que, quando combinadas, permitiram que os especialistas assumissem remotamente um carro Tesla Model S e controlassem seu teto solar, tela central, travas das portas e até mesmo o sistema de freios. O ataque permitiu aos pesquisadores acessarem a rede da área de controle do carro (CAN Bus), que permite aos computadores especializados dos veículos se comunicarem uns com os outros.

“Pelo que sabemos, esse é o primeiro caso de ataque remoto que compromete o CAN Bus para atingir os controles remotos em carros da Tesla. Verificamos o vetor de ataque em diferentes variedades do Tesla Model S. É razoável presumir que outros modelos da Tesla também são afetados”, afirmam os pesquisadores do Keen Security Lab da Tencent.

O post dos pesquisadores é acompanhado de um vídeo de demonstração em que os pesquisadores mostram o que podem alcançar por meio do ataque, que funciona quando o veículo está estacionado ou sendo dirigido.

Primeiro, enquanto o carro estava estacionado, os pesquisadores usaram um laptop para abrir remotamente seu teto solar, ativar seus faróis, mudar a posição do banco do motorista, assumir o painel e a tela central e destravar o veículo.

Em uma segunda demonstração, eles acionaram o limpador de para-brisa enquanto o carro estava em movimento em baixa velocidade em um estacionamento apenas para demonstração. Eles também mostraram como podem abrir o porta-malas e dobrar o espelho lateral quando o motorista está tentando mudar de faixa. Essas operações podem distrair o motorista em determinadas situações, causando um risco de segurança.

Caso um ataque desse tipo fosse realizado em um carro dirigido em alta velocidade em uma rodovia poderia resultar em uma colisão séria.

Fonte: PC World

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s