Kaspersky muda estrutura para dar mais autonomia à América Latina

Fornecedora de segurança afirma que o movimento reconhece a importância do território, que corresponde a 7% de sua receita global

america latina

A Kaspersky consolidou sua operação regional e tornou a América Latina uma unidade autônoma. Até então, os negócios no Brasil atuavam de forma apartada do restante dos países latino-americanos.

A fornecedora de tecnologias de segurança afirma que o movimento vem para reconhecer a importância do território, que corresponde a 7% de sua receita global.

“Com essa mudança, a divisão recém-formada será capaz de estabelecer uma estrutura corporativa e implementar estratégias para beneficiar seus clientes, parceiros e canais de acordo com as necessidades locais e culturais” cita a empresa, em comunicado.

A partir de agora a América Latina torna-se a sétima região comercial da empresa, junto com Apac (Ásia-Pacífico), Europa, América do Norte, Japão, Meta (Oriente Médio, Turquia e África) e Rússia.

“É necessário considerar as complexidades culturais envolvidas”, afirmou Claudio Martinelli, até então responsável pelas operações brasileira da Kaspersky e que assume o comando da região. Segundo ele, a nova estratégia trará flexibilidade para explorar essas particularidades.

O executivo se reportará ao diretor de vendas Alexander Moiseev. Um novo líder para a subsidiária brasileira deve ser nomeado em breve. Daniel Molina permanece como diretor-executivo para a América Latina, subordinado a Martinelli.

Fonte: Computer World

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s